dimy-img-sem-title-04

Dizem que todos nascem com uma missão na vida, e a de Christian Dior foi trazer essa belezinha que é o comprimento midi para a vida das mulheres dos anos 50! Sem ele, o que estaria em alta agora? O que estaria “na moda” e fazendo a mulherada pirar? BENDITO SEJA DIOR!!

O melhor de tudo é que esse comprimento não é um tabu. Todas as mulheres, com os mais variados tipos de corpo podem usufruir dessa tendência, é só saber como usar para valorizar cada curva sua!

Prontas? Vamos às dicas:

PARA AS MAIS CHEINHAS OU COM QUADRIL LARGO

Evite saias rodadas, pois elas aumentam o volume do corpo. Invista nas de corte reto, tecidos fluidos e finalize com blusinhas mais justas. Um ótimo curinga para não achatar o corpo é usar um salto poderoso, pra dar aquela alongada na silhueta.

MIDI CHEINHAS

PARA AS BAIXINHAS

Prefira os modelos mais curtinhos, que terminam perto do joelho, e com a cintura mais alta para dar a impressão de alongamento. A saia lápis aliada à um cropped da mesma cor/estampa faz você crescer mais rápido que Biotônico Fontoura. Use e abuse de calçados nude e com o peito dos pés abertos se você quiser uma pernoca.

MIDI BAIXINHAS

PARA AS ALTAS

As altas podem comemorar pois não tem restrição. É só escolher a que mais combinar com o seu estilo e arrasar. Pode usar com tênis, salto, coturno, rasteirinha, sapatilha… Enfim, uma infinidade de opções. Caso você for muito magra e se incomode com isso, prefira os modelos mais volumosos que tenham várias camadas ou pregas por exemplo, para dar mais volume.

MIDI ALTAS

MIDI DIMY INVERNO 2016

MIDI DIMY

Dica bônus: tons vivos e claros tendem à expandir, e os opacos e escuros afinam! #ficaadica

Essas dicas são apenas para auxiliar cada uma de vocês a valorizar cada curva sua, mas no fim cada uma sai como se sente confortável e maravilhosa!! Não tenha medo de ousar e ser quem você é. Autenticidade está na moda!

Espero que tenham gostado do post de hoje, e que isso tenha ajudado muitas de vocês!

Bjos de luz. ♥